Firmínio dos Hades
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
ContatoContato
Textos


Nos lençóis da morte


A vida é mar de rosas coloridas
A misturar-se ao grosso tosco porte
Da dor – balé de coisas construídas
Nas vivas trevas dos lençóis da morte.

O tempo avança sobre as nossas vidas...
Vem cá, menina, e abraça-me mais forte!...
Teu corpo é cura e sara essas feridas
Da minha vida, ante os anzóis da sorte.

És doce enlace, moça amada e linda!
Rosa de luz que os olhos meus fascina,
Eu bebo os sonhos que teu corpo exala.

Eu me embriago em sóis, em carne, em flores!...
Ah! se eu pudesse, ó ruiva, em teus olores
Morrer, tranquilo, ouvindo a tua fala!
Firmínio dos Hades
Enviado por Firmínio dos Hades em 16/10/2016
Alterado em 09/06/2017
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários