Firmínio dos Hades
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
ContatoContato
Textos


No compasso da agonia


Da intrínseca desgraça os gládios grossos
A carne esfolam! Rasgam-me, sem dó,
Sanguíneos gritos! Desnudando o pó,
Tosco machado me tritura os ossos!

Deglute a vida os pífios pregos vossos,
Forças do cosmos!... Este mundo só
Tem p’ra consolo a morte!... É bem melhor
Dar-me de vez a esses infindos fossos...

Mas inda é cedo... A dor que veste as vidas,
Cobrindo a carne com cem mil feridas,
Dá certo gozo aos homens. Que ironia!

Se por acaso a dor – ou mesmo o tédio –
Não mais achar no mundo o seu remédio,
Eu findarei com um tiro esta agonia!
Firmínio dos Hades
Enviado por Firmínio dos Hades em 18/10/2016
Alterado em 09/06/2017
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários