Firmínio dos Hades
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
ContatoContato
Textos

Soma sema


Sou soma sema... Soma sema, sim!
Todos nós somos sema. É fácil ver:
No corpo há vida; e nesta vida, um quê
Do suprassumo de meu próprio fim.

Quando se acende um lume, esse acender
Arrasta em si seu termo certo, assim
Como esta vida arrasta a morte em mim,
No corpo, a tumba – tumba do meu ser.

Mas marcas nós deixamos quando andamos,
Pois esse sema é fato, é rastro – emblema
Dos corpos nossos no correr dos anos.

Que fique então marcada em meus poemas
A vida-morte deste ser humano,
Meu corpo-tumba-rastro – soma sema!
Firmínio dos Hades
Enviado por Firmínio dos Hades em 20/10/2016
Alterado em 09/06/2017
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários