Firmínio dos Hades
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
ContatoContato
Textos


A dança das dores do mundo


Quanto pus na chaga aberta!
Quanto sangue neste chão!
A esperança nunca acerta?!
Vejo os homens como são...

Vasto circo dos horrores
Nosso andar se mostra ser,
Fossa funda vã de dores
Nas estradas a feder!

O mundo já tem desgraças,
Já tem p’ra carne seus dentes,
Mas, mesmo assim, nossa raça
Crava mais dentes na gente!

E assim dançamos a dança
Das dores todas do mundo,
Enchendo o mar da matança,
Dentro de um poço sem fundo!
Firmínio dos Hades
Enviado por Firmínio dos Hades em 02/06/2017
Alterado em 09/06/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários